Blog

mais novidades aqui »

Saiba tudo sobre a catarata

Ficar com a visão embaçada causa uma sensação muito ruim. Você perde a capacidade de ler ou dirigir, não consegue diferenciar as cores e pode até achar que a televisão perdeu a nitidez, quando, na verdade, sua vista que está prejudicada. É isso que pacientes com catarata relatam no consultório, em especial pessoas acima dos 40 anos e idosos.  A catarata faz com que o cristalino (a lente natural dos nossos olhos) fique opaco — o aspecto original é transparente — o que dificulta a visualização das imagens.  A boa notícia é que a cirurgia de catarata pode reverter todo esse quadro e trazer de volta a qualidade de vida ao paciente — inclusive em casos mais graves de cegueira. Se quiser entender melhor sobre a doença antes de prosseguir com a leitura, é só conferir este artigo.

PTERÍGEO: CONHEÇA MAIS SOBRE

A "carninha"no olho pode acometer pessoas de todas as idades, das jovens até idosos.

Conjuntivites: Características e Fatores de Risco

Conjuntivites: Características e Fatores de Risco

Cuidados com as alergias oculares

Tratamento com base nos fatores que causam as alergias é o mais indicado.

A Catarata pode aparecer na Infância?

Apesar de freqüentemente acometer idosos, a catarata também é uma das principais causas de cegueira infantil, segundo relatórios da OMS...

Você sabia que a Catarata tem cura?

A visão embaçada assusta muita gente e com razão. A Catarata, principal responsável por esse sintoma, pode levar a cegueira...

O YAG Laser

Você sabe o que é o YAG Laser? O YAG laser é um exame indicado e realizado no tratamento de...

Curiosidades e informações sobre a Catarata.

A catarata é uma opacificação do cristalino do olho que causa diminuição lenta da capacidade visual.

Exame Oftalmológico em Crianças

Outubro é o mês das Crianças, você sabia que é muito importante que elas também façam um exame da visão periodicamente?

Mês e Dia do Doador de Órgãos.

Setembro é o Mês do Doador de órgãos...

Veja todos as postagens »

Conjuntivites: Características e Fatores de Risco

 

A conjuntiva é uma fina camada transparente  da superfície dos olhos, quando é acometida por algum processo inflamatório classificamos este quadro de conjuntivite.

Entretanto existem diferentes tipos de conjuntivite, diferentes agentes causadores e através dos sintomas, relatos do paciente e exame oftalmológico completo é possível diferenciá-las.

Esta diferenciação entre os tipos de conjuntivite é essencial para o tratamento realmente eficaz e também para não mascarar quadros mais graves que podem ser confundidos com quadros de conjuntivite aguda.

Tipos mais prevalentes:

Conjuntivite Viral, conjuntivite bacteriana  e conjuntivite alérgicas são as causas mais comuns de inflamações agudas e devem ser claramente diferenciadas pelo oftalmologista.

Viral aguda: Adenovírus é o agente causador mais comum, se apresenta de maneiras diferentes mas pode estar associada a um quadro de resfriado comum, acometer ambos  os olhos e ser altamente contagiosa.

Bacteriana aguda: É menos frequente  e  apresenta quadro de secreção purulenta abundante que as conjuntivites virais agudas. Pode ter complicações graves se não tratada adequadamente.

Alérgica aguda: Não é infecciosa, não é contagiosa e esta associada ao aumento de sensibilidade do paciente a estímulos como fumaça, produtos químicos ,lentes de contato e microorganismos presentes no ar de ambientes fechados.

Tratamento:

O cuidado preventivo com higiene básica das mãos, evitar contato próximo de pessoas com quadros gripais agudos e uso correto das lentes de contato (evitando dormir com elas, por exemplo) minimizam o risco de contaminação por vírus ou bactérias.

O tratamento deve ser realizado o mais breve, por oftalmologista especialista, e direcionado especificamente a cada tipo de conjuntivite para o sucesso terapêutico, evitando assim complicações mais graves.

 

Dr. Lucas Vianna Figueiredo

CRM/SC 26342

Oftalmologista

 

Imagem ilustrativa disponível na internet.